quinta-feira, 22 de agosto de 2013

1º Capitulo - «Porque é que não disseste logo ‘Rita amanha vou para Itália queres vir?’»

Paris, França - 6 de Outubro de 2012

Eram umas seis da tarde, estava no jardin du luxembourg, tinha que aproveitar estes dias aqui em Paris, já que daqui a uns dias estou de volta a Portugal.


Estava sentada numa daquelas cadeiras do jardim, sem fazer nada admito, mas também já tinha visto tudo o que  para ver em Paris. Estava sozinha, o meu irmão tinha ido à edição do jornal, e a namorada dele estava a trabalhar, portanto eu estava sozinha...o que vale é que Paris é uma cidade segura.

Olhava para um rapaz que tinha acabado de passar por mim acompanhado por outros rapazes. Ele tinha um cabelo bastante esquisito e tinha aquele ar de convencido. Realmente esta gente pensa que tem o rei na barriga.
Estávamos em Outubro, ainda dava para andar de t-shirt com casaco em Portugal, mas só em Portugal, porque em Paris...parece que não tarda muito está a nevar.
Então hoje decidi usar um look mais discreto sem nada que desse muito nas vistas.


Estava a ouvir música quando o meu irmão me liga.
- Diz lá Salvador.
- Lá.
- Oh anda lá! O que é que tu queres?
- Onde é que tu estás?
- No jardin du luxembourg .
- Esse teu francês anda lindo.
- Oh vai gozar com outra. O que é que tu queres?
- Tenho uma proposta para te fazer. Estou aí dentro de 2 minutos.
- Ok , beijinho.
- Other.
Bem lá tinha eu de ficar à espera da tal proposta sozinha e abandonada, bem estes dias mais têm parecido ‘o diário de uma morta’.
Continuei a ouvir música, até que me ligaram outra vez. Agora era a minha mãe.
- Olá filha.
- Olá mãe.
- Como é que estão a correr as coisas?
- Bem acho eu.
- Achas?
- Oh mãe tipo...o Salvador tá a trabalhar, a Mariana também e eu estou aqui em Paris, sozinha e a abandonada.
- Sempre podes voltar para Portugal.
- Ai não, isso é que não.
- Porquê?
- Porque não mãe, ainda é pior. Pelo menos aqui sempre há uns rapazitos jeitosos.
A minha mãe riu-se do outro lado da linha, eu gosto de estar em Paris , o problema é que ainda não arranjei nada para fazer.
- O teu irmão já te disse?
- O quê?
- Bem, já percebi que não. Se quiseres ir tens a nossa autorização.
- Ir para onde?
- O Salvador fala contigo, vá beijinho tenho saudades tuas princesinha, amo-te.
Nem me deixou falar, desligou o telemóvel e pronto. Felizmente chegou o meu irmão.
- Olha diz lá o que tens para dizer, que a mãe ligou a dizer que tinha autorização para ir, mas eu não percebi para ir a onde!
- É assim eu tenho de ir a Milão, porque amanha vai haver o Derby della Madonnina.
- E isso é? Sabes que liga Italiana não é comigo.
- É um derby entre o AC Milan e o Inter de Milão.
- Que lindo! - fui irónica – e o que é que isso tem a ver comigo ?
- Tem a ver que eu tenho de ir ver o jogo e fazer entrevistas rápidas, e posso levar alguém comigo, a Mariana não pode por isso eu queria-te propor se queres vir comigo.
- A sério? - ele olhou para mim muito sério - Porque é que não disseste logo ‘Rita amanha vou para Itália queres vir?’, já podíamos ter feito as malas e tudo.
- És mesmo tola!
- Olha que engraçado saio a ti!
- Partimos amanha ás 10 da manha.
Sorri , esta ida a Milão prometia.
***

Acordei , estava no avião olhei para o relógio eram 11 da manhã .
- Hei acordas-te! Olha estamos quase a aterrar - disse o meu irmão.
Mantive-me calada , ainda estava meia a dormir e o que dissesse não ia ser coisa com coisa. Olhei pela janela. Só via nuvens mais nuvens e mais nuvens. Nada mais que nuvens.



Decidi pôr os headfones nos ouvidos, e ignorar tudo á minha volta. Era assim quando acordava. Sem vontade para ouvir ou falar.
Passado pouco tempo já o avião tinha aterrado eram cerca de 11 e 15 da manha.
Saímos do avião e fomos buscar as malas.
- E agora? - perguntei.
- Agora vamos para um hotel
- Um hotel? Tu ainda nem sabes qual é!
- Sei!
- Então qual é?
- Chama-se Oro Blu.
- Orlando Bloom? Bem bom por acaso.
- Oh Rita tu hoje só gozas.
- Se não for eu a animar isto quem é?
Entramos num táxi e seguimos até ao hotel, Fiquei parada em frente a ele, era amarelo e alto e muito amarelo.


- Fogo o Orlando Bloom é mais bonito! - deixei escapar.
- Não te queixes!
Fomos deixar as coisas ao hotel , eu fui trocar de roupa , não estava assim tanto frio, ou eu é que não o tinha , mas levei um casaco na mão para o caso de o ter.

Almoçamos perto do hotel e depois dirigimo-nos para o estádio, ainda que tivemos que caminhar uns bons minutos, mas finalmente chegamos ao famoso estádio - palco do ‘Derby dela Madonnina’, o meu italiano é muito fraco. 



- Como é que isto se chama mesmo?
- Estádio ‘Giuseppe Meazza’, mais conhecido por San Siro pelos Milanistas.
-A i é tão feio!
- Rita!
- É verdade mas tu já viste é horrível. Então este estádio é ‘casa’ do Milan.
- Sim e não. Este estádio é dos dois do Milan e do Inter.
- E quem joga ‘em casa’ hoje?
- Milan.
- Ai que lindo!
A conversa acabou por ali, entramos ele disse-me onde é que íamos ficar, e era num sitio horrível, bancadas centrais mesmo nas filas próximas do relvado que horror. Esses lugares são horríveis, mas bem…
Demos uns passeios pelo estádio a vista até era gira cá e cima. O estádio era grande, e ainda estava vazio.


- Oh Caramelo, a que horas é que é o jogo?
- Ás 3 e 45.
- Ás quantas? Sabes que são 1 e 15!?
- É pouco tempo!
- Pouco tempo? Faltam duas horas e meia para o jogo.
- Oh Rita, sabes que eu tenho que arranjar as coisas para hoje.
- Eu vou dar uma volta então, posso?
- Vai lá então!
Saí do estádio sentei-me num muro e fui olhando para o nada entre jogos no telemóvel, facebook e twitter não se fazia nada de jeito.
Comecei a ouvir vozes olhei e vinha um grupo de rapazes e a cara deles não me era estranha. Eram os que passaram por mim em Paris os tais convencidos.
- Guarda! - disse um - una bella ragazza completou.
Olharam todos para mim, estava-me a sentir um bocadinho observada.
Olhei para todos eles fixada .
- Ciao! disse um dos rapazes.
- Ai xau, adeus! - disse movendo a minha mão.
- Probabilmente non è italiano - disse um, com um estilo da porcaria.
- Quindi non. Ma è bella disse outro com uma crista do tamanho do mundo.
O meu italiano era fraquito mas fui ver umas traduções, ao Google. Escrevi "guarda" o que me deu ‘observar’, deve ser o nosso ‘olha’, ‘una bela ragaza’ escrevi a tradução mas havia aqui alguma coisa mal quando apareceu ‘será que quis dizer: una bella ragazza ‘. É isso mesmo o que dava ‘uma menina bonita’.
Até aqui nada mau, agora aquele xau, será que que queria mesmo dizer xau? Fui traduzir adeus de português para italiano apareceu ‘arrivederci’ , isto não bate certo pressionei a palavra para ver outras traduções. Apareceu lá ‘Ciao’ como uma delas ,devia ser isso pressionei.
- Lindo Rita enterras-te sempre - disse para mim própria.
O rapaz a dizer-me olá e eu digo adeus. Espetacular cada vez me enterro mais, o resto não devia ter importância, aquele ‘probabilmente non é italiano’, devia querer dizer que eu não era italiana. Olhei apara as horas eram já 2 e 45, decidi começar a entrar para o estádio.
Procurei o meu irmão pelo estádio até que o encontrei, aqueles deviam ser os nossos lugares nas próximas horas. Ficávamos bem junto ao campo.
Sim aquele jogo prometia.

7 comentários:

  1. para 1º capitulo está bom!...continua pq eu fiquei muito curiosa pelos próximos capitulos :)
    Suspeitei-me q sei quem é o rapaz q disse q era muito bonita...;)...próximooooo rapido sff :*

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    A tua "madrinha" divulgou a tua fic e eu resolvi dar uma espreitadela, o que é uma má ideia porque tenho pouco tempo para ler e acho que agora que comecei ja nao vou conseguir parar!
    Eu gostei do que li! A Rita é bem-disposta e gosto do estilo dela (estou a referir-me à roupa!).
    E este ultimo episodio teve muita graça!! Agora quero o proximo! ;)

    Beso
    Ana Santos

    P.S. Vou adicionar esta fic à lista de fics que leio nos meus tres blogs para ver se tens (ainda) mais visibilidade. Boa sorte! Qualquer coisa podes contactar-me por aqui https://www.facebook.com/profile.php?id=100004309331394 ou pelo mail fics-love@hotmail.com ;)

    ResponderEliminar
  3. Olá!
    Adorreeii!!
    Mais uma fic em que vou viciar!
    Em relação ao capítulo: Adorei o capitulo todinho!!
    Mas esta parte final foi espectacular e muito engraçado!
    E cheira-me que não vai ser só a Rita que vai aprender a falar italiano, eu também!
    Espero que o rapaz com a crista do tamanho do mundo se volte a cruzar com a Rita!
    Quero muito o próximo!!
    Besos!

    ResponderEliminar
  4. Adorei.
    Adorei a maneira da Rita, ela já tinha reparado neles em Paris, agora ali, não há duas sem três e dizem que há treceira é de vez. Espero que sim. :)
    Mas fiquei chateada, eu queria ler o 2ºcapitulo já ja :P
    Vou ficar a espera do próximo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Olá, gostei muito deste primeiro episódio e acho que tenho mais uma fic para ler para além das outras todas :)
    Fico á espera do próximo :)

    ResponderEliminar
  6. Olá :)

    Falei com a tua "madrinha" de fic e confesso que com tanto orgulho da parte dela, fiquei com curiosidade para ler e mal pude vim cá dar um saltinho!

    Gostei muito da Rita, parece ser alguém frontal mas genuína, acho que é do nome! xD Gostei muito dela, não tem medo da vida e de ser como é!
    O El Shaarawy pareceu-me bastante atrevido mas acho que não é rapaz de desistir de uma "bella ragazza" (vou adorar aprender italiano graças a esta fic)!
    Vou continuar a ler e espero que continues assim, gostei muito!

    Beijinhos, Rita Carvalho

    ResponderEliminar
  7. Olá :) Gostei imenso do que li e gostei muito das personagens.
    Vou continuar a ler por isso espero que continues!
    Fico á espera do próximo :)

    ResponderEliminar